Como criar uma planilha de previsão de Fluxo de Caixa

Uma previsão de fluxo de caixa é usada para prever altos e baixos em seu saldo de caixa, permitindo que você considere em que ponto você pode precisar de um empréstimo ou de uma venda ou, inversamente, períodos em que deveria haver um excesso.

Os bancos podem solicitar isso como parte de um pedido de empréstimo. Use o solver em seus projetos.

Coisas que você precisa

Acesso a software de planilha, por exemplo Excel ou Calc. Instruções de instruções e capturas de tela para cada etapa foram concluídas no Excel 2007, outro software de planilha pode funcionar de uma maneira um pouco diferente.

1 – Configuração inicial de planilha

Abra uma nova planilha no seu programa de software. Comece na célula A3 ou A4, para que você possa inserir um título na parte superior da planilha mais tarde. Digite ‘Renda’ nesta caixa, torne-a em negrito, se desejar.

Mover para a coluna B e inserir a primeira data da qual deseja que o fluxo de caixa comece, por ex. Se você quiser uma previsão mês a mês, comece no mês seguinte àquele em que você está atualmente ou está processando suas contas. Mover para a coluna D e digite na próxima data. Repita até ter todas as datas que você deseja, por exemplo, mensalmente por 6 meses.

Mesclar cada mês com a célula próxima a ela, ou seja, B4 e C4: isso é feito destacando as duas células e pressionando o botão com um ‘a’ entre setas apontando para a esquerda e para a direita e em uma única célula. Novamente, torne cada título em negrito, se desejar.

Em seu primeiro cabeçalho mesclado, insira ‘Previsão’ na célula B5 e, em seguida, insira ‘Real’ em C5. Repita isso ao longo da linha para que cada data tenha esses dois subtítulos abaixo dela. Faça com que cada subtítulo seja negrito, centrado, se desejar.

2 – Concluindo a configuração da planilha

Preencha a coluna A com todos os fluxos de receita e despesa. Se a sua empresa usa um pacote de software de contas, pode ser útil usar títulos de código de conta para cada fluxo de receita ou despesa inserido.

Você pode até incluir o código, por exemplo, 4000 Tipo de Vendas A, 4001 Tipo de Vendas B. Depois de listar seus fluxos de receita, digite “Total Income” na próxima célula.

Deixe uma linha em branco e digite “Despesas” na próxima célula da coluna A e, em seguida, liste todas as suas despesas, por ex. aluguel, taxas, compras, salários, utilidades, material de escritório, impostos. Novamente, depois que todos os fluxos de despesas tiverem sido listados, digite ‘Despesas Totais’ na próxima célula desativada.

Deixe uma linha em branco e digite ‘Bank b / fwd’; abaixo desse tipo ‘Add Total Income’, abaixo outra linha para digitar ‘Less Total Expenditure’ e, por último, mais uma vez abaixo de uma linha e digite ‘Bank c / fwd’.

Não se preocupe se os itens se sobrepuserem à coluna B, depois de ter completado sua lista, suba para o topo da planilha onde estão as letras das colunas. Coloque o mouse sobre a linha entre as colunas A e B, o ponteiro do mouse se tornará uma linha preta grossa distraída horizontalmente com uma seta dupla apontando para a esquerda e para a direita, clique duas vezes com o botão esquerdo do mouse e a coluna aumentará para caber no conteúdo.

Faça ‘Renda Total’, ‘Despesa’, ‘Despesa Total’ e ‘Banco c / fwd’ em negrito, se desejar.

Também seria um bom momento para salvar o arquivo, por exemplo Previsão de fluxo de caixa sem fins lucrativos ABC para 6 meses a partir de fevereiro de 2011.

3 – Preenchendo as figuras

Agora é a hora de preencher todas essas figuras importantes. Para fins de previsão, é melhor olhar para os números dos meses ou anos anteriores.

As tendências de receita podem ser vistas desta forma, por ex. uma pausa nos gastos em janeiro e fevereiro depois de um período de Natal movimentado; um aumento após uma campanha de marketing bem sucedida que ocorre uma vez a cada três semanas. Cada negócio é diferente.

Para aqueles que não têm muito a ver com figuras anteriores, é melhor ser prudente em como você acredita que os números podem ser representados com precisão. Não adianta acreditar que você receberá 100.000 em receita de vendas se for mais provável que receba apenas 22.000.

Também é importante observar que esses números representam a renda real, incluindo o imposto, se você contabilizar, ou seja, a renda que realmente será recebida.

Este exemplo de fluxo de caixa é baseado em pagamentos recebidos por bens e serviços antes de serem entregues. Se você vender bens e serviços a crédito, deverá fazer contingência para aqueles clientes que pagarão no prazo e aqueles que pagarão no futuro, por exemplo, você espera que 60% dos clientes paguem em 30 dias conforme o contrato.

Espera-se então que 25% dos que pagam em 60 dias e os 15% restantes paguem em 90 dias. Você pode adicionar linhas extras para incluir essas escalas de pagamento, se desejar.

Comece certificando-se de que as células nas quais você está digitando estejam configuradas para moeda, faça isso destacando todas as células relevantes e alterando o formato do número na faixa de opções Início para moeda através do menu suspenso ou à direita clicando com o mouse, escolhendo Fomat Cells e mudando de General para Currency na listagem Category na aba Number. Verifique se as opções são as desejadas antes de aceitar as alterações.

Insira números para receita e despesas esperadas (incluindo qualquer imposto, se aplicável). Quaisquer outros pagamentos feitos em termos diferentes, por exemplo, aluguel trimestral, comissão e bônus pagos anualmente, uma taxa única, taxas pagas mensalmente de abril a janeiro somente, devem ser incluídos na planilha somente quando estiverem prestes a ser pagos.

4 – Configurando as fórmulas

Agora que você digitou todas as figuras relevantes, é hora de criar as fórmulas. Selecione a primeira célula na coluna B ao lado de “Renda total”. Clique com o botão esquerdo do mouse no botão Sigma (o símbolo E grego no canto superior direito da faixa de opções Início); isso adicionará automaticamente a lista de números mais próxima, neste caso, todos os números acima.

Bata o retorno no teclado para aceitar a fórmula. Copie essa fórmula pela linha – a maneira mais fácil de fazer isso é garantir que a célula que contém a fórmula na coluna B esteja realçada, permita que o ponteiro do mouse fique sobre o quadrado preto na parte inferior direita da caixa realçada, o ponteiro girará em uma cruz negra.

Clique com o botão esquerdo do mouse para baixo, preencha a linha onde você deseja que a fórmula termine e solte o botão do mouse.

Exatamente o mesmo para a linha “Despesas totais”, tenha cuidado se houver valores ausentes em sua lista. Certifique-se de incluir todas as células necessárias para calcular a fórmula em cada coluna, destacando os campos desejados em sua fórmula. Se você não fizer isso, há o risco de que os valores sejam perdidos e o resultado final não seja preciso.

Adicione uma borda no topo da linha para “Renda Total” e “Despesa Total” para distinguir que eles são a soma de tudo acima deles. Isso é feito destacando e selecionando as células relevantes e clicando no botão esquerdo do mouse no menu de borda na faixa de opções Início ou clicando com o botão direito do mouse e selecionando a borda no menu suspenso. Faça essas figuras em negrito, se desejar.

5 – Finalizando a previsão da posição do banco

Na célula na coluna B ao lado de ‘Adicionar Renda Total’, digite um sinal de igual ‘=’ (ao lado da tecla de retrocesso no teclado) e, em seguida, destaque a célula que ela representa.

Mais uma vez, destaque a célula, mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado no canto inferior direito da célula e arraste a fórmula até a última coluna. Repita nas células ao lado de “Menos Despesas Totais”.

Na célula na coluna B ao lado de ‘Banco c / fwd’, digite o fórmula ‘= B (número de célula ao lado de’ Banco b / fwd ‘) + B (célula ao lado de’ Adicionar Renda Total ‘) – B (célula junto a “Menos Despesas Totais”).

Destaque a célula, mantenha o botão esquerdo pressionado no canto inferior direito da célula e arraste a fórmula até a última coluna. Realce as células nessa linha, clique no menu suspenso de borda e selecione o botão com 1 linha na parte superior e 2 linhas na parte inferior. Faça esses totais em negrito, se desejar.

Vamos agora criar as fórmulas para a posição bancária contínua, tanto para a previsão quanto para a posição real do banco. Na coluna D ao lado de ‘Bank b / fwd’ digite ‘= B (número da célula ao lado de’ Bank c / fwd ‘), esse número representa o valor antecipado do Banco do mês anterior [c / fwd – transportado para o próximo mês]. Repita para todas as colunas “Previsão”, ou seja, na coluna F, a fórmula será iniciada = D …; a coluna H começará = F …; etc.

Introduza as mesmas fórmulas para as colunas ‘Actual’, iniciando com a coluna E, que será = C …; e siga = E …; etc. Você pode querer alterar a cor da fonte, incluir bordas ou definir uma cor de preenchimento nas colunas ‘Previsão’ ou ‘Real’ para que as figuras sejam facilmente identificáveis.

O último número a entrar é o da posição inicial no banco, isso também incluirá qualquer caixa em caixa ou caixa pequena, assim como no banco. Ambos os valores nas colunas B e C, ao lado de “Banco b / fwd”, serão os mesmos.

Enquanto você lê a linha, você pode notar que algumas de suas figuras podem estar em vermelho, ter um sinal de menos, colchetes ao redor delas ou uma combinação. Isso significa que há uma defecidade para esse mês ou meses e deve ser analisada. Digite também o título e o período do relatório antes de salvá-lo.

6 – Resultados reais em relação aos valores previstos

Uma vez que os números reais tenham sido finalizados para cada um dos meses, eles podem ser inseridos na planilha. Isto lhe dará uma imagem precisa do que realmente aconteceu em relação ao que era esperado para análise e análise, os números para os próximos meses podem ser ajustados e a planilha estendida como apropriada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *