Tudo o que você precisa saber para regularizar seu carro

Ter um carro hoje em dia é uma necessidade para muitos, sendo assim, é muito importante ter em mente que a documentação do carro deve estar em dia para evitar que certos problemas apareçam, resultando em gastos extras além de seu orçamento.

Quem tem carro sabe que os gastos são muitos com seguro, combustível e manutenção. Mas é necessário também realizar o licenciamento anual do carro para dirigir de forma tranquila. No entanto, para atualizar essa documentação dentro do período estabelecido é preciso deixar os documentos do seu carro regularizados.

Verifique o IPVA

O IPVA é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, que nada mais é do que um tributo que o dono do carro precisa pagar todos os anos para manter e usufruir do seu veículo. Todo o mês de janeiro é divulgado uma lista de pagamentos conforme o último da placa do carro.  

O pagamento realizado até a data limite, ganha descontos e também podem ser parcelados (sem desconto). O pagamento fora do prazo gera multas e juros.

Além disso, quando o IPVA fica atrasado você não consegue fazer o licenciamento do carro e caso uma blitz lhe aborde, você irá perder pontos na carteira de habilitação, ter o carro apreendido e ainda recebe multas por isso.

Consulte multas

O pagamento das multas é tão importante como qualquer outro documento. Quando você não realiza o pagamento das multas, você também não pode legalizar a documentação de seu veículo.

Além de ter seu nome inserido nos órgãos de proteção ao crédito, seu nome também é incluso no Cadastro Informativo, que é uma lista federal onde se encontra todos aqueles que não pagaram seus débitos fiscais.

Por este motivo, para evitar surpresas desagradáveis o melhor a fazer é consultar multas regularmente. Lembrando que a falta de pagamento de multa também implica na autorização de empréstimos bancários.

Você pode fazer essa consulta diretamente no site do DETRAN e gerar um boleto de pagamento ou você pode se dirigir a qualquer unidade deste órgão e pedir o parcelamento do débito.

Pague o DPVAT

O licenciamento do carro também pode ficar comprometido caso o seguro obrigatório DPVAT esteja atrasado. Mesmo com o atraso, o valor do seguro é o mesmo, ou seja, sem juros nem multa por atraso.

O pagamento pode ser feito à vista, ou parcelado. O valor do seguro DPVAT muda de acordo com a função do carro, por exemplo, se é um carro particular, ônibus, micro-ônibus, caminhão, táxi, van e outros.

Você acessa a tabela de pagamento através do site da seguradora e o pagamento pode ser feito nos bancos credenciados ou em algum caixa eletrônico. Alguns estados brasileiros costumam emitir esse imposto como boleto.  

Não se esqueça do CRLV

O certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV) também precisa ser pago todos os anos.

Este documento, conhecido também como licenciamento, só é liberado e emitido depois que você paga todos os impostos, taxas, multas e valores correspondentes à regularização do veículo.

Depois que todas as dívidas forem pagas, você precisa ir até uma unidade do DETRAN e mostra o comprovante de pagamento, para solicitar o número RENAVAM. O pagamento também pode ser feito em caixas eletrônicos ou no banco credenciado.   

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *