Difusores de aromas: como perfumar sua casa depois de organiza-la

O aroma tem um grande poder sobre nosso aspecto emocional. Os cheiros são capazes de acalmar uma pessoa, deixá-la com fome ou transportá-la a um momento específico de sua infância, graças à capacidade do corpo de memorizar odores, chamada de memória olfativa. Esse repertório aromático é uma característica inata do ser humano e, por isso, todo mundo sente prazer ao ser exposto a um cheiro agradável. Pensando nisso, trouxemos dicas de como perfumar sua casa com a ajuda dos difusores de aromas. Continue acompanhando para saber tudo!

Difusor de varetas

Quando se trata de difusor de aromas, um dos modelos mais famosos é o difusor de varetas. Ele é prático, compacto e uma excelente opção para aromatizar ambientes de maneira sutil e eficaz por tempo prolongado. Esse tipo de difusor aromático preenche todo o espaço do seu lar e proporciona uma experiência olfativa incrível.

A estrutura dele é formada por um frasco que contém óleo difusor e algumas varetas de madeira, que são mergulhadas no líquido aromatizante. Elas conduzem a fragrância para o ambiente por meio da absorção do óleo, que é sugado pelas pontas submersas e liberado pelas extremidades expostas ao ar. 

Apesar de muito simples de usar, muitas pessoas têm dúvidas quanto ao funcionamento do difusor de ambiente. Por isso, respondemos às dúvidas mais frequentes nos próximos tópicos.

Como utilizar as varetas?

Depois de retirar o lacre ou a tampa do frasco, é só inserir as varetas até que fiquem encharcadas.

O número indicado de varetas a serem utilizadas é de seis a dez, dependendo da intensidade aromática desejada. Lembre-se de que o cheiro será mais forte conforme a quantidade de bastões mergulhados.

Uma dica valiosa para intensificar ainda mais o aroma é inverter as varetas e imergir as pontas secas a cada 24 horas. Isso ajudará a molhar todo o comprimento dos bastões condutores, tornando mais rápida a dissipação do líquido pelo cômodo.

Qual o melhor lugar para posicionar o difusor?

Essa é uma dúvida que sempre surge depois da compra de um difusor de óleo essencial. A verdade é que qualquer ambiente pode ser equipado com um difusor de varetas, mas quanto maior for o cômodo, menor será a eficiência da aromatização. Portanto, nesses espaços é recomendado utilizar mais de um difusor ou combiná-lo a outros métodos, como o uso de um spray aromático com a mesma fragrância.

Já para ambientes menores, como banheiros e quartos, o difusor de varetas dá conta do recado. E para conseguir o melhor resultado, posicione-o sempre abaixo da altura do nariz e na direção de janelas, portas, ventiladores ou aparelhos de ar-condicionado, isso aumentará consideravelmente a capacidade de difusão.

Quanto tempo dura um difusor?

Essa é uma pergunta bastante subjetiva, pois a durabilidade do seu difusor depende de uma série de fatores, como a marca do produto, a quantidade de líquido que vem dentro do frasco, o número de varetas que você utiliza e os seus hábitos de uso. Por exemplo, se você gosta de posicionar o difusor na frente do ventilador ou ar-condicionado, isso aumentará a capacidade de aromatização dele, mas também fará o líquido evaporar mais rápido. O mesmo vale para a dica de inverter as varetas. 

Além disso, é normal que o líquido evapore mais rápido nos primeiros dias, porque as varetas estão sendo encharcadas pela primeira vez, mas o nível do óleo se estabiliza depois e vai diminuindo gradualmente em um ritmo mais lento.

Em média, se você adquirir um difusor de 100ml que seja de boa qualidade, o óleo deve durar de 20 a 30 dias, já os de 250ml levam cerca de 45 a 60 dias para evaporar completamente.

Posso reabastecer o líquido no frasco?

Sim, você pode e deve repor o líquido no frasco do seu difusor. Pode ser um óleo difusor ou óleo essencial de sua preferência. 

É recomendado trocar o líquido quando ele está a um dedo de acabar, porque as varetas não conseguem mais dissipar o aroma com eficácia. Nesse momento, você deve lavar o frasco e adicionar o líquido novo. Se for da mesma fragrância, você pode usar as mesmas varetas, caso contrário, recomenda-se a aquisição de novas, porque elas já estão saturadas com o cheiro do óleo. De tempos em tempos, também é indicado comprar varetas novas, pois elas vão perdendo o poder de absorção com o passar dos meses.

Tanto o óleo quanto as varetas podem ser comprados individualmente na mesma loja em que você adquiriu seu difusor aromático.

Aromaterapia

A aromaterapia é um método terapêutico que utiliza óleos essenciais para aliviar sintomas de problemas como a depressão, a ansiedade e a insônia. O aroma captado pelas narinas chega ao sistema límbico, região responsável pelas emoções, e quando as propriedades aromáticas chegam ao cérebro, ele responde de modo positivo.

O mais incrível é que você pode utilizar seu difusor como agente de aromaterapia para ansiedade, estresse, cansaço físico e mental, etc. Basta adquirir óleos essenciais para aromaterapia em uma loja e colocá-los em seu difusor de ambientes. 

A seguir, você confere uma lista dos óleos mais utilizados e fica sabendo para que cada um serve:

  • Alecrim (dores de cabeça e dores musculares, falta de memória e concentração);
  • Camomila (depressão, estresse, problemas urinários e tensão muscular);
  • Lavanda (resfriados, enxaquecas, estresse, insônia e problemas respiratórios);
  • Limão (imunidade baixa, dores de cabeça, febre, problemas digestivos, falta de energia e concentração baixa);
  • Ilangue-ilangue (crescimento excessivo dos pelos, estresse, ansiedade, náuseas, enxaquecas e problemas intestinais);
  • Jasmim (estresse, redução da libido, depressão, problemas respiratórios e dor muscular);
  • Sândalo (fadiga muscular, estresse, dor no peito e libido baixa).

Agora que você já sabe os diversos benefícios proporcionados pelos difusores, que vão desde a aromatização sutil e prolongada da sua casa à aromaterapia, o que está esperando para adquirir o seu?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *